Última hora

Última hora

Habitantes de Lampedusa barram entrada de refugiados

Em leitura:

Habitantes de Lampedusa barram entrada de refugiados

Tamanho do texto Aa Aa

Os habitantes de Lampedusa decidiram dizer basta à entrada massiva de milhares de clandestinos na ilha italiana. Esta sexta-feira, os residentes impediram que um navio com 116 refugiados atracasse e tentavam barrar a chegada de outras quatro embarcações. Para isso, ameaçavam atirar-se para a água.

Lampedusa é para muitos vista como a porta de entrada para a Europa. Fica a mais de 100 quilómetros da Tunísia e é habitada por cinco mil pessoas.

Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, desde a revolta na Tunísia mais de dez mil imigrantes chegaram à pequena ilha. A maior parte foi reencaminhada para outros pontos de Itália, mas três mil refugiados estão atualmente no centro de acolhimento local, com uma capacidade limitada a pouco mais de 800 pessoas.

O autarca da ilha, Bernardino de Rubeis, alerta que a situação começa a ficar insustentável e que começa a faltar água potável.