Última hora

Última hora

Líbia: Bengasi de olhos postos no céu

Em leitura:

Líbia: Bengasi de olhos postos no céu

Tamanho do texto Aa Aa

Os rebeldes líbios continuam à espera de uma ajuda vinda dos céus, num momento em que as forças leais a Kaddafi prosseguem a ofensiva sobre Bengasi.

Apesar do cessar-fogo e das declarações de que o regime não iria atacar a cidade, há relatos de bombardeamentos nas zonas vizinhas ao bastião da insurreição líbia.

Como há 24 horas atrás, e apesar da aprovação da nova resolução da ONU, a oposição continua dividida entre o temor de um ataque do exército líbio e a esperança de uma ofensiva internacional rápida.

Um dos comandantes dos rebeldes felicita-se com a aprovação da zona de exclusão aérea. “Ao contrário das forças pró-Kaddafi nós quase não dispomos de aviões para efetuar ataques aéreos, o importante é impedir que os aviões de Kaddafi nos ataquem”.

Desde ontem que os rebeldes rejeitam o cessar-fogo oferecido por Kaddafi. Tripoli pediu a Malta, Turquia e China que enviem observadores para vigiar a situação no terreno. Esta noite Bengasi volta a pegar nas armas à espera de batalha final que poderá ter de combater sozinha.