Última hora

Última hora

Ligado cabo a um dos reatores de Fukushima

Em leitura:

Ligado cabo a um dos reatores de Fukushima

Tamanho do texto Aa Aa

A energia elétrica começa a regressar à central de Fukushima, no Japão.
 
Foi já ligado um cabo de corrente ao reator número dois, com o objetivo de manter as bombas de água a funcionar de maneira permanente e assim arrefecer mais rapidamente o reator.
 
Continuam os trabalhos para travar as fugas radioativas e assim evitar uma catástrofe nuclear de grandes proporções. O mundo, e o Japão em especial, sustêm a respiração. Um dos principais perigos é a contaminação da comida.
 
Diz um porta-voz do governo de Tóquio: “Recebemos relatórios que dão conta de níveis de radiação acima dos permitidos pela lei de segurança alimentar. Isto foi detetado em amostras de leite, na província de Fukushima, e espinafres, na província de Ibaraki”.
  
Prevê-se que nas próximas horas tenha sido restabelecida a eletricidade em quatro dos seis reatores da central nuclear, o que permite ter os sistemas de arrefecimento a funcionar.
 
Por culpa do desastre nuclear, 290.000 casas no norte do Japão continuam sem energia elétrica. 940.000 casas estão privadas de água corrente.