Última hora

Última hora

Fukushima Daichi não volta a funcionar

Em leitura:

Fukushima Daichi não volta a funcionar

Tamanho do texto Aa Aa

Sem certezas ainda de como vai terminar a crise nuclear, as autoridades japonesas afirmam que a central nuclear de Fukushima Daichi não voltará a funcionar.

As explosões, os incêndios e a utilização de água do mar para a refrigeração destruiram a quase totalidade de quatro dos seis reatores.

O restabelecimento da electricidade no reator número dois é um sinal positivo, mas a radiotividade continua a expandir-se na região. A preocupação é real depois da descoberta de níveis de radiação acima do normal em alguns produtos hortícolas.

O governo garante que estes níveis não são nocivos para a saúde e promete para segunda-feira o anúncio de medidas de restrição de consumo, caso seja necessário.

Mas poucos acreditam nas informações oficiais. Um residente em Takezawa diz que foi procurar um refúgio porque não tem confiança nas decisões do governo e “quando o governo diz que o perímetro de segurança é 40 quilómetros é melhor pensar que é 50 ou 60 quilómetros”.

Uma preocupação constante com a sobrevivência, numa região onde o balanço oficial dos mortos não pára de aumentar. Fontes policiais acreditam que entre mortos e desaparecidos, o sismo e o tsunami de 11 de março fizeram mais de 20 mil vítimas.