Última hora

Última hora

Forças internacionais acusadas de atacar Kadafi

Em leitura:

Forças internacionais acusadas de atacar Kadafi

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades líbias convocaram esta segunda-feira os jornalistas internacionais que se encontram em Tripoli para uma visita ao aquartelamento de Muammar Kadafi.

O objetivo era mostrar um edifício com a fachada em ruínas, sugerindo que fora atacado nas últimas horas.

O porta-voz do governo, Ibrahim Musa, não poupou adjectivos: “isto mostra a mentira destas forças agressivas, destas forças bárbaras que estão a atacar os muçulmanos árabes da Líbia. Disseram que não iriam atacar este local porque havia aqui civis e disseram que não tinham intenção de matar o líder Kadafi”.

Ibrahim Musa não cosneguiu explicar porque é que não havia fumo, nem vestígios de ataque recente.

O edifício que se encontra a apenas alguns metros da tenda onde Kadafi recebe os líderes internacionais foi bombardeado pela aviação americana em 1986 e nunca foi reparado.

Desde sábado, centenas de líbios têm vindo a acampar junto da tenda de Kadafi para o protegerem de eventuais ataques ocidentais.