Última hora

Última hora

Franceses mostram cartão amarelo a Sarkozy

Em leitura:

Franceses mostram cartão amarelo a Sarkozy

Tamanho do texto Aa Aa

No domingo, o franceses escolheram metade dos conselheiros cantonais, numa eleição local que permitiu medir o posicionamento das forças políticas, antes das presidenciais de 2012.

Numa altura em que a extrema-direita parece ganhar terreno, a Frente Nacional, o partido de Marine Le Pen, registou apenas menos 2% de votos que o partido de Nicolas Sarkozy, a UMP que obteve pouco mais de 17%.

Contudo o grande vencedor foi o abstencionismo.

A taxa de participação dos votantes esteve um pouco acima dos 36%, muito abaixo dos 51% registados nas eleições cantonais de 2004 “Era o meu dia de folga e fiquei e dormir”, justificou uma cidadã.

“Os políticos são todos uns mentirosos. Prometem, prometem, prometem e depois os problemas ainda são piores que anteriormente”, protestou uma outra.

O Partido Socialista foi o vencedor desta primeira ronda com 25% dos votos. Os ecologistas e um partido de extrema esquerda conquistaram respetivamente 8% e 9% dos sufrágios.

Estes resultados são vistos como um sério aviso a Nicolas Sarkozy, cujo partido incentiva os franceses a fazerem barreira à Frente Nacional, e apelou particularmente à direita republicana para se mobilizar em torno dos seus valores e projetos na segunda ronda, a ser disputada no próximo domingo.