Última hora

Última hora

Itália pede ajuda para imigrantes de Lampedusa

Em leitura:

Itália pede ajuda para imigrantes de Lampedusa

Tamanho do texto Aa Aa

A Itáia instou esta segunda feira os parceiros europeus a receberem imigrantes que chegam a Lampedusa provenientes dos países do norte de África.

Desde Janeiro, cerca de 15 mil pessoas terão desembarcado na ilha. A maioria provém da Tunísia, o país onde começaram as revoltas no mundo árabe.

O apelo de Roma é feito no dia em que o primeiro barco de imigrantes líbios deu à costa.

Os imigrantes na ilha já são mais do que os habitantes. No domingo as chegadas incessantes de barcos provocaram fortes tensões.

Uma residente afirma: “estamos furiosos, mas não contra eles, não é culpa deles, estamos furiosos porque ninguém nos ajuda”.

A legislação internacional impõe que todas as vidas humanas sejam salvas do mar, mas Lampedusa está a rebentar pelas costuras. O centro de acolhimento tem capacidade para 850 pessoas e alberga já mais de duas mil, em condições que a Cruz Vermelha considera “inaceitáveis”.