Última hora

Última hora

Angola retira apoio a Gbagbo

Em leitura:

Angola retira apoio a Gbagbo

Tamanho do texto Aa Aa

Mantém-se o clima de guerra civil na costa do Marfim.

Centenas de jovens partidários de Laurent Gbagbo responderam ao seu apelo de guerra para combater as forças leais a Alassane Ouattara, internacionalmente reconhecido como o presidente da Costa do Marfim.

Este jovem diz que foi chamado a defender a nação. “Prefiro morrer com dignidade na frente que como um cobarde trancado em casa”

Ouattara apelou de novo uma intervenção da ONU através da Onuci, já no terreno, para que autorize estas forças a prestar assistência humanitária à população e a destruir o arsenal bélico das forças de Gbagbo.

Após perder as eleições em novembro do ano passado, Laurent Gbagbo recusa a deixar o poder, A violência pós eleitoral terá feito desde então cerca de 800 mortos.

O governo angolano que até então estivera ao lado do ex-presidente marfinense retirou-lhe o apoio.