Última hora

Última hora

Mulher líbia acusa militares de violação

Em leitura:

Mulher líbia acusa militares de violação

Tamanho do texto Aa Aa

Uma mulher libia entrou num hotel de Tripoi,, onde estavam jornalistas estrangeiros e acusou os militares de Kaddafi de maus tratos.

Iman al-Obeidi, apesar de constantemente interrompida pelos serviços de segurança, conseguiu dizer que foi apanhada num check point e acabou por ser violada por um conjunto de militares.

Disse mais: o seu caso não é único e que muitas mulheres líbias têm tido a mesma sorte.

Alguns jornalistas que lhe lhe fizeram perguntas foram afastados.

O mesmo aconteceu com Iman que foi metida num automóvel e afastada do local.

O porta-voz do governo de Kadaffi tentou desmentir as acusações. Diz que tudo foi devidamente investigado e insinuou que Iman al-Obeidi tem problemas de sanidade mental:

“Um relatório inicial diz que ela sofre de problemas mentais. Ela está a ser tratada e os inquiridores estão a tentar saber onde vive e quem é a sua família. Ela está a recusar dar-nos essa informação, quem é a sua família, o seu pai, as suas irmãs, os seus irmãos, para conferirmos a sua identidade e conhecermos a sua condição mental, a sua condição física. Saber se foi realmente abusada, ou se são apenas fantasias. Queremos tratá-la fisicamente, para depois a entregarmos. É isto que é feito em qualquer lugar do mundo”.