Última hora

Última hora

Autoridades japonesas reveem valores de radioatividade

Em leitura:

Autoridades japonesas reveem valores de radioatividade

Tamanho do texto Aa Aa

A empresa Tepco que explora a central nuclear de Fukushima anunciou ter cometido um erro de leitura nos níveis de radioatividade detetados num tanque de água do reator 2 da central.

Segundo o anúncio anterior, os níveis seriam 10 milhões de vezes mais elevados do que em situações normais.

O operador da central apresentou desculpas pelo erro confirmando contudo que a água estava contaminada.

Após o anúncio inicial foi dada uma ordem de evacuação dos funcionários.

Níveis inferiores de radioatividade foram também detetados no reator 1, segundo a Agência Internacional de Energia Atómica, AIEA.

As autoridades afirmam que se trata de iodo radioativo e que os níveis baixarão para valores seguros no espaço de 24 horas.

Cerca de cinco centenas de técnicos trabalham noite e dia a fim de restaurarem os sistemas de refrigeração dos seis reatores da central afetados pelo sismo e tsunami do dia 11 de março.

Segundo a AIEA, a crise nuclear poderá prolongar-se por semanas, senão mesmo meses.

Dois seis reatores da central, dois já foram estabilizados mas a situação permanece crítica nos restantes quatro reatores.