Última hora

Última hora

Berlusconi vaiado e aplaudido à porta do tribunal de Milão

Em leitura:

Berlusconi vaiado e aplaudido à porta do tribunal de Milão

Tamanho do texto Aa Aa

Duas horas de audiência frente aos juízes de Milão para voltar a clamar a sua inocência face a um enésimo processo.

Silvio Berlusconi compareceu hoje pela primeira vez em oito anos frente aos tribunais, acusado de abuso de confiança e fuga ao fisco, enquanto presidente do grupo de comunicação Mediaset.

Uma audiência preliminar que o primeiro-ministro italiano tentou, sem sucesso, transformar em tribuna contra a alegada perseguição política de que diz ser alvo por parte dos magistrados de Milão.

Centenas de pessoas concentraram-se à porta do tribunal para vaiar ou aplaudir o presidente, que nas próximas semanas deverá multiplicar as suas aparições nos tribunais, para rebater várias acusações, de corrupção de magistrados a prostituição de menores.

“Ele tem de comparecer frente aos tribunais como qualquer cidadão”, afirma uma habitante de Roma. Outro evoca o que considera, “uma perseguição contra Berlusconi, ele tornou-se um alvo dos juízes”.

O primeiro-ministro rejeitou hoje as acusações de fraude fiscal na aquisição dos direitos televisivos de vários programas de televisão do canal Mediaset, nos anos noventa.

Dos mais de 30 processos contra Berlusconi, 25 foram arquivados, 6 vão ser retomados nas próximas semanas.