Última hora

Última hora

Investigadores europeus testam nova forma de esterilizar ovos

Em leitura:

Investigadores europeus testam nova forma de esterilizar ovos

Tamanho do texto Aa Aa

Como matar as bactérias prejudiciais que se encontram na casca do ovo? Uma máquina desenvolvida com o apoio da União Europeia resolve o problema de forma espetacular.

“Estamos a trabalhar numa forma de esterilizar as cascas de ovos com plasma, ao nível da pressão atmosférica.”, explica Yago Yáñez, gestor do projeto Eggsterilisation.

E acrescenta: “Colocamos os ovos num reator fechado, preenchê-lo com gases inertes ao nível da pressão atmosférica e utilizamos alta tensão – cerca de 30 quilovolts – para criar plasma à volta dos ovos”.

O tratamento curto não coze os ovos, mas mata praticamente todas as bactérias que se encontram à superfície.

“O plasma funciona de várias maneiras: o mais importante, é que cria emissões UV, usadas para fins de esterilização, à volta do ovo. Além disso obtemos partículas ionizadas que também matam as bactérias.”, diz Yago Yáñez.

Este novo método ajuda a resolver o problema de patogénicos de origem alimentar. As salmonelas causam todos os anos milhares de doenças na Europa.

Existem outros métodos de esterilização como os banhos de cloreto ou a exposição à radiação, mas plasma tem vantagens.

O projeto está a ser desenvolvido pelo Centro de Pesquisa e Investigação da Catalunha (CRIC).

“Na Europa, não são permitidos banhos químicos porque facilitam a contaminação dos ovos e os raios gama não são muito apreciados pelos consumidores. Por isso a indústria pede novas soluções para a esterilização dos ovos”, diz Jacobo Álvarez, do CRIC.

Este protótipo mata 99,5% das bactérias que se encontram na casca do ovo. A introdução de algumas melhorias deverá facilitar a implementação industrial da tecnologia no setor da produção de ovos.

“As duas principais vantagens do nosso sistema de esterilização são, que em primeiro lugar, temos ovos mais seguros, menos propensos a causar doenças, e em segundo lugar, uma vida útil mais longa. – Um ovo esterilizado pode ser armazenado durante mais tempo”, defende Yago Yáñez.

cric-projects.com/front/index.jsp?idProject=19