Última hora

Última hora

Síria: presidente vai anunciar "decisões importantes"

Em leitura:

Síria: presidente vai anunciar "decisões importantes"

Tamanho do texto Aa Aa

As forças de segurança voltaram a abrir fogo contra manifestantes em Deraa, no sul da Síria. Esta segunda-feira, a repressão abateu-se sobre as centenas de pessoas que protestavam contra o estado de emergência em vigor há meio século.

Em dez dias de protestos, morreram mais de 60 pessoas nesta cidade que se transformou na capital de uma contestação sem precedentes contra o regime do presidente Bachar al Assad e do partido Baas.

Durante o fim de semana, também a cidade de Latakia, no norte, foi palco de violentos confrontos, que fizeram pelo menos 15 mortos e quase 200 feridos.

O governo já anunciou um pacote de medidas para acalmar a contestação. O primeiro-ministro turco acredita que o presidente sírio vai falar ao país ainda hoje ou amanhã. Em conferência de imprensa, Recep Tayyip Erdogan disse “esperar que as medidas sejam implementadas na prática” e confessou que incentivou Bachar al Assad a fazer uma declaração pública sobre essas reformas.

O vice-presidente sírio, Farouk Chara, declarou que, nos próximos dois dias, o chefe de Estado vai anunciar “decisões importantes para satisfazer o povo”.

Entretanto, a capital, Damasco, voltou a ser palco de uma manifestação de apoio ao regime.