Última hora

Última hora

O doloroso regressa ao quotidiano

Em leitura:

O doloroso regressa ao quotidiano

Tamanho do texto Aa Aa

No Japão, a prefeitura de Miyagi, foi uma das zonas mais atingidas pelo sismo e maremoto do passado dia 11.

Uma escola em Okawa perdeu nesse dia 80 por cento dos seus alunos.

Hoje, professores e alunos regressaram às aulas com um objetivo doloroso: ultrapassar o drama por todos vivido. Contudo, o diretor está determinado:

“É difícil de saber até que ponto o espírito dos alunos foi afetado, mas também trataremos disso”, sublinhou Teruyuki Kushiba.

O maremoto que atingiu o nordeste do país, afetou zonas que estavam a mais de 40 quilómetros da costa, já que a água entrou no curso dos rios provocando grandes subidas dos seus caudais.

As províncias de Aomori, Iwate, Miyagi e Fukushima foram as mais afetadas