Última hora

Última hora

Berlusconi "limpa" Lampedusa

Em leitura:

Berlusconi "limpa" Lampedusa

Tamanho do texto Aa Aa

Os milhares de imigrantes ilegais instalados no campo de acolhimento de Lampedusa, vão ser distribuídos por outros centros de Itália.

Após protestos contra a incapacidade de o governo resolver uma gravíssima crise humanitária na pequena ilha a sul da Sicília, Silvio Berlusconi visitou o local e tomou uma decisão:

“Esperamos que as operações de evacuação demorem dois dias, dois dias e meio. Isso quer dizer que dentro de 48, 60 horas, Lampedusa será habitada apenas por lampedusianos”.

Depois da queda do presidente Ben Ali em meados de janeiro, chegaram a Lampedusa cerca de 20 mil imigrantes ilegais provenientes da Tunísia. Em 2010 Lampedusa recebeu durante todo o ano cerca de quatro mil.

A vida no centro de acolhimento, sem condições para receber tantos refugiados, degradou-se rapidamente e o governo italiano não tinha

conseguido encontrar uma solução para o problema, até agora.