Última hora

Última hora

Coligação poderá armar os insurgentes líbios

Em leitura:

Coligação poderá armar os insurgentes líbios

Tamanho do texto Aa Aa

Armar os insurgentes líbios para combater Muammar Kadafi não está fora de questão para o presidente norte-americano.

Barack Obama disse-o esta terça-feira numa entrevista, onde traçou o fim da linha para o líder líbio.

“Penso que o campo de Kadafi, as pessoas que estão à volta dele, devem começar a reconhecer que as opções são limitadas e que os seus dias estão contados”, afirmou.

As palavras de Obama tiveram reações diferentes por parte dos aliados reunidos em Londres. Para o ministro dos Negócios Estrangeiros britânico, o importante é proteger os civis e não há planos para armar as milícias.

Já Alain Jupé, o chefe da diplomacia francesa, não rejeita essa possibilidade.

“Lembro que isso não faz parte das resoluções 1973 e 1970, mas estamos abertos a discutir o assunto com os nossos parceiros, disse.

Em Londres quatro dezenas de países e organizações regionais mostraram-se unidos na criação do grupo de contacto sobre a Líbia

e não perderam a oportunidade de voltar a avisar Kadafi que o melhor será partir.