Última hora

Última hora

Japão: novas medidas de segurança para as centrais

Em leitura:

Japão: novas medidas de segurança para as centrais

Tamanho do texto Aa Aa

O governo japonês impõe novas medidas de segurança em todos os reatores nucleares do país. O objetivo é evitar as falhas em série que se têm verificado em Fukushima Daiichi, onde estão a ser estudadas novas respostas às fugas radioativas.

Para reduzir essas emissões, os reatores poderão ser selados. Já para evacuar a água contaminada poderá ser usado um reservatório em terra ou um navio-cisterna no mar.

A alguns quilómetros desta central, uma outra começa a preocupar. Um porta-voz da agência nipónica para o nuclear revelou que foi visto fumo a sair do reator número 1 de Fukushima Daini.

O sismo e o tsunami fizeram mais de dez mil mortos e cerca de 17500 desaparecidos, de acordo com o último balanço oficial. A localidade de Minamisanriku, é uma das mais despojadas. Aqui morreram 400 pessoas e há 800 desaparecidos. Dez mil ficaram sem casa.

É o caso de Kazuaki Stou, um pescador de 30 anos. Conta que todas as noites, sonha com a vida antiga quando vivia em casa com a família. Quando acorda, apercebe-se que era um sonho e que a família foi levada pelo tsunami.

Entretanto, a agência internacional de Energia Atómica admitiu que a situação na central de Fukushima continua muito grave e marcou uma reunião sobre a segurança nuclear para Junho.