Última hora

Última hora

Moldávia pretende integração europeia

Em leitura:

Moldávia pretende integração europeia

Tamanho do texto Aa Aa

A política de leste da União Europeia tem como um dos objectivos a transformação democrática e económica dos países vizinhos.

A Moldávia prova que está determinada a seguir o caminho da cooperação, baseado no modelo da experiência europeia, seguindo a ajuda que recebeu nesse sentido.

Vlad Filat é o Primeiro-Ministro Moldavo diz que o país pretende resolver em simultâneo a questão de integração na União Europeia, assim como a resolução da situação política com a Transnístria.

Afirma acreditar igualmente que a aproximação do seu país à Europa política pode aproximar igualmente uma solução mais eficaz relativamente às anteriores divergências existentes.

Pretende-se assim que uma relação mais próxima com a União Europeia e a possível integração do país nas estruturas europeias, com particular atenção às reformas internas, possa influenciar a situação política e económica da região.

Daniel Nord é um politólogo Sueco pertencente ao Instituto de Pesquisa para a Paz Internacional e considera que o processo de integração da Moldávia deve combater a corrupção, construir melhores capacidades de apoio à população e criar condições suficientemente atraentes que permitam o regresso da Transnístria à Moldávia, de modo a que seja possível o diálogo.

O debate no Fórum Moldavo inclui uma sessão plenária intitulada “A integração europeia e a Moldávia : desafios, direcções e perspectivas”.