Última hora

Última hora

China afirma transparência militar.

Em leitura:

China afirma transparência militar.

Tamanho do texto Aa Aa

A China afirmou que enfrenta uma região cada vez mais “volátil” da Ásia, onde os Estados Unidos expandem a sua presença estratégica, sustentando as melhores relações militares entre Pequim e Washington, baseadas no respeito de interesses recíprocos.

Por essa razão foi apresentado mais uma versão do chamado “Documento Branco”, internacionalmente classificado como “White Paper”

Robert Kuhn questionou Geng Yansheng, o porta-voz do Ministro da Defesa Chinês sobre a sétima versão do documento criado em 1998, que aborda a questão da defesa nacional chinesa, em 2010.

O militar considera que a intenção principal é mostrar ao mundo que a força militar chinesa está em crescente abertura, sustentada no seu rápido crescimento nos últimos anos.

O responsável chinês considera ainda que apesar de algumas pessoas apontarem uma falha militar chinesa, a sua falta de transparência, é necessário salientar que tudo tem sido feito para manter um aumento constante nessa mesma transparência.

Este chamado “Documento Branco”, a defesa nacional da China em 2010, tem a intenção de criar transparência na comunicação do Exército de Libertação Popular.

Estão incluídos os assuntos e outras operações militares para além da guerra, a manutenção da paz e intervenção em catástrofes.

Fica a pergunta : Será que este “Documento Branco”, apresentado à imprensa, alcança essa mesma transparência? É um pequeno passo num longo caminho!