Última hora

Última hora

Costa do Marfim: ONU aprova sanções contra Laurent Gbagbo

Em leitura:

Costa do Marfim: ONU aprova sanções contra Laurent Gbagbo

Tamanho do texto Aa Aa

Na Costa do Marfim, estreita-se o cerco em torno de Laurent Gbagbo.

O governo do presidente eleito, Alassane Ouattara, anunciou que o tempo das negociações chegou ao fim e que Gbagbo tem apenas algumas horas para deixar o poder pacificamente.

As milícias continuam a ganhar terreno, enquanto a ONU exige a partida imediata de Gbagbo e aprova um conjunto de sanções contra o ex-presidente e os seus próximos.

A resolução, cujo texto foi apresentado pela França e pela Nigéria, foi aprovada por unanimidade.

Um porta-voz da administração cessante tinha anunciado que Gbagbo faria um discurso à nação na quarta-feira à noite, mas o discurso foi adiado sem mais explicações.

As milícias leais ao presidente eleito entraram esta noite na cidade portuária de San Pedro, um local estratégico por onde passa a maior parte das exportações de cacau, a grande riqueza da Costa do Marfim. Durante o dia tinham tomado a cidade de Yamoussoukro, a capital política do país.

Há quatro meses que o conflito armado voltou ao território marfinense. Milhares de pessoas abandonaram já o país.