Última hora

Última hora

Fukushima: segurança nuclear nipónica pede alargamento da zona de evacuação

Em leitura:

Fukushima: segurança nuclear nipónica pede alargamento da zona de evacuação

Tamanho do texto Aa Aa

A radioatividade no mar ao largo de Fukushima é já 4.400 vezes superior ao normal. Ainda que os peritos acreditem que o mar poderá diluir as radiações concentradas em torno da central, estes níveis são preocupantes.

Quase três semanas depois do sismo e do tsunami não há soluções à vista. A agência de segurança nuclear nipónica diz que o governo de Tóquio deve alargar o perímetro de segurança e a zona de evacuação.

O novo presidente da companhia de eletricidade do Japão reconheceu que pelo menos quatro dos seis reatores estão condenados. Pela voz de Tsunehisa Katsumata, a companhia defendeu-se pela primeira vez das críticas sobre a lentidão do início da refrigeração dos reatores.

A agência Reuters fala de uma investigação que demonstra que a Tepco nunca levou muito a sério o perigo nas suas centrais nucleares e ignorou mesmo o aviso do sismo de 2007.

A situação que o Japão está a viver é de tal forma grave que o próprio imperador quebra a reserva que o carateriza para manifestar apoio às vítimas.