Última hora

Última hora

Na linha da frente: rebeldes líbios recuam 200km até Brega

Em leitura:

Na linha da frente: rebeldes líbios recuam 200km até Brega

Tamanho do texto Aa Aa

Os rebeldes líbios voltam a reclamar armas à comunidade internacional, num momento em que as forças pró-Kaddafi recuperam terreno a leste.

Desde a ofensiva sobre Sirte, a cidade natal do dirigente líbio, que os insurgentes foram obrigados a recuar cerca de 200 km ao longo da estrada costeira, depois de terem perdido o controlo sobre Nawfaliyah, Bin Jawad e Ras Lanuf.

A linha da frente dos rebeldes situa-se agora na cidade de Brega, onde os combatentes, pior equipados e menos coordenados, aguardam um raide aéreo ocidental para evitar uma nova retirada.

Algumas fontes afirmam que grande parte dos rebeldes terão recuado até Ajdabya, em território insurgente, onde as forças pró-Kaddafi estariam a colocar várias minas terrestres para evitar a progressão dos combatentes.

O Reino Unido terá já enviado um grupo de forças especiais para o terreno para ajudar os rebeldes a coordenar as operações, apesar de continuar a rejeitar qualquer possibilidade de lançar uma ofensiva terrestre.

Paris anunciou hoje que aviões franceses destruíram um depósito de armamento na localidade de Sirte.

Mas a ação internacional é manchada pelas declarações do representante do Vaticano em Tripoli, segundo o qual, 40 civis terão morrido durante o mais recente bombardeamento da cidade.