Última hora

Última hora

NATO investiga relatos de vítimas civis na Líbia

Em leitura:

NATO investiga relatos de vítimas civis na Líbia

Tamanho do texto Aa Aa

Os bombardeamentos da coligação internacional na Líbia poderão ter provocado já dezenas de vítimas civis.

A acusação feita por um bispo em Tripoli abala a NATO, poucas horas depois da aliança ter assumido o comando integral da intervenção militar no país.

Segundo o representante do Vaticano no território, os ataques dos aviões da coligação teriam provocado 40 mortos em vários bairros nos arredores da capital.

A televisão líbia tinha mostrado ontem imagens de vários edifícios e mesmo de um hospital parcialmente destruídos pela aviação aliada.

Respondendo à questão, durante uma video-conferência de imprensa em Nápoles, o comandante da operação da NATO afirmou estar a investigar a situação.

“Quero no entanto lembrar que a NATO assumiu o comando da operação “Proteção Unificada” hoje às 6h da manhã”, sublinhou o tenente-general Charles Bouchard.

Fontes do Pentágono também lançaram suspeitas sobre o possível envolvimento da força aérea belga noutro incidente que teria provocado pelo menos um morto e dezenas de feridos.

Bruxelas não comentou para já as suspeitas.

Segundo fontes dos rebeldes líbios, os ataques aéreos têm vindo a diminuir nos últimos dias.