Última hora

Última hora

Arquiteto português Eduardo Souto Moura vence "Nobel da Arquitetura"

Em leitura:

Arquiteto português Eduardo Souto Moura vence "Nobel da Arquitetura"

Tamanho do texto Aa Aa

Eduardo Souto Moura venceu o prémio Pritzker 2011, considerado o Nobel da Arquitectura.

A Casa das Histórias de Paula Rego em Cascais é uma das últimas obras do arquiteto portuense.

É a segunda vez que um português ganha o prémio Pritzker, depois de Álvaro Siza Vieira em 1992.

O júri distinguiu “uma capacidade única de conciliar características opostas, como o poder e a modéstia, a coragem e a subtileza, a ousadia e a simplicidade”.

O Estádio Municipal de Braga é uma das obras mais conhecidas de Souto Moura. É também uma das suas preferidas e um bom exemplo da integração dos edíficios na paisagem.

Nascido em 1952, o arquiteto da chamada escola do Porto concebeu cerca de sessenta edifícios ao longo da carreira.

Na construção do edíficio Burgo no Porto, Souto moura inspirou-se no design funcional do Bauhaus.

A Casa do Cinema de Manoel de Oliveira, no Porto, e a Casa da Serra da Arrábida são alguns dos projetos concebidos por Souto Moura nos anos noventa.

O júri do prémio Pritzker elogia a forma como Souto Moura “usa uma pedra com mais de mil anos ou se inspira num detalhe moderno de Mies van der Rohe”.

O arquitecto de 58 anos vai receber 70 mil euros e uma medalha. A cerimónia de entrega do prémio está prevista para o início de Junho em Washington.