Última hora

Última hora

Síria: protestos contra a resposta do presidente

Em leitura:

Síria: protestos contra a resposta do presidente

Tamanho do texto Aa Aa

Os protestos voltaram a ser sinónimo de repressão na Síria. Milhares de pessoas concentraram-se em várias cidades para pedir reformas políticas. Ativistas dos direitos humanos falam em, pelo menos, nove mortos e dezenas de feridos.

De Damasco, a Deraa ou Lattaquié, as pessoas saíram à rua para mostrar a deceção face às medidas anunciadas pelo presidente Bachar al-Assad.

Apesar de, na terça-feira, o governo se ter demitido em bloco, o presidente não anunciou o fim do estado de emergência, em vigor há quase meio século.

Os protestos não pouparam os arredores da capital, onde as forças de segurança não hesitaram em abrir fogo contra os manifestantes, de acordo com várias testemunhas.