Última hora

Última hora

Combates prosseguem em Abidjan

Em leitura:

Combates prosseguem em Abidjan

Tamanho do texto Aa Aa

Abidjan foi, esta sexta-feira, palco de violentos combates entre as forças de Laurent Gbagbo e as de Alassane Ouattara. No mesmo dia em que o comité internacional da Cruz Vermelha fez saber que os confrontos de terça-feira na cidade pró-Ouattara de Duékoué fizeram pelo menos 800 mortos.

No bairro do palácio presidencial, as rajadas de kalachnikov e os tiros de artilharia pesada sucediam de forma ritmada.

As ruas estavam desertas e o paradeiro do presidente cessante, Laurent Gbagbo, desconhecido. “Estamos preocupados com a violência e apelamos à contenção de ambas as partes”, anunciava, esta sexta-feira, Mark toner, porta-voz do departamento de Estado norte-americano, que acrescenta: “Pedimos também à ONU e às forças francesas que tomem todas as medidas para protegerem os civis e porem fim às pilhagens. Obviamente, a situação é confusa e a localização de Gbagbo, incerta”.

O presidente cessante, Laurent Gbagbo, continua a recusar-se a abandonar o poder e a passar os comandos ao vencedor das eleições de novembro, o rival Alassane Ouattara.

As forças da ONU afirmaram, entretanto, esta sexta-feira, terem sido novamente vítimas de tiros, por parte das forças de Gbagbo.