Última hora

Última hora

Russos prestam última homenagem a diva do cinema soviético

Em leitura:

Russos prestam última homenagem a diva do cinema soviético

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de russos enfrentaram o frio no centro de Moscovo para prestar uma última homenagem à diva do cinema soviético Lyudmila Gurchenko, que foi hoje a enterrar.

O ícone da sétima arte para várias gerações de russos morreu na quarta-feira, aos 75 anos, vítima de um ataque cardíaco.

Na longa fila para aceder à Casa da Literatura onde o corpo esteve em câmara ardente, uma mulher diz que a emblemática atriz era “uma mulher pequena e frágil que, no entanto, continha toda uma época. Era uma princesa”.

Outra fã explica que “ela ajudou a ver o mundo de forma otimista. Quando alguém não se sentia bem, bastava vê-la e tudo parecia correr melhor”.

Nascida na Ucrânia em 1935, Gurchenko iniciou a carreira nos anos 50. Ao longo de seis décadas, participou numa centena de longas-metragens e foi premiada com vários dos mais altos galardões das artes e cultura da Rússia.