Última hora

Última hora

Talibãs alimentam fúria dos afegãos

Em leitura:

Talibãs alimentam fúria dos afegãos

Tamanho do texto Aa Aa

O gesto de um pastor norte-americano está a incendiar os ânimos no Afeganistão.

Hoje, centenas de pessoas manifestaram-se em Kandahar, no sul do país, contra os Estados Unidos, depois de Wayne Sapp ter reduzido a cinzas um exemplar do alcorão.

De acordo com um balanço provisório, os protestos terão provocado pelo menos nove mortos.

A tensão estende-se a outras cidades.

“Morte aos Estados Unidos” são algumas das palavras mais ouvidas, um pouco por todo o país.

Esta sexta-feira, manifestantes atacaram uma representação das Nações Unidas em Mazar-i-Sharif, no norte do Afeganistão. Sete pessoas morreram.

Os analistas admitem que a fúria dos afegãos esteja ser alimentada pelos talibãs que, hoje, lançaram um novo ataque contra a base militar da NATO em Cabul.

Os insurgentes não chegaram a detonar os explosivos.

Durante os confrontos quatro rebeldes morreram, três soldados norte-americanos ficaram feridos.