Última hora

Última hora

Afeganistão: três mortos em terceiro dia de protestos contra queima do Corão

Em leitura:

Afeganistão: três mortos em terceiro dia de protestos contra queima do Corão

Tamanho do texto Aa Aa

Várias cidades do Afeganistão foram palco, pelo terceiro dia consecutivo, de protestos contra a queima de um exemplar do Corão nos Estados Unidos.

Em Kandahar, um polícia e dois civis morreram quando a manifestação degenerou em violência. Desde sexta-feira, pelo menos 24 pessoas perderam a vida em consequência dos protestos, incluindo sete funcionários da ONU.

O general norte-americano David Petraeus condenou as ações do pastor integrista Terry Jones, que a 20 de Março queimou o Corão numa igreja.

O chefe das forças da NATO no Afeganistão disse que foi um ato “odioso, intolerante e que demonstra uma falta de respeito extrema”.

Uma declaração insuficiente para o presidente afegão, Hamid Karzai, que exigiu uma condenação explícita do homólogo Barack Obama e das duas câmaras do Congresso norte-americano.

Os corpos dos funcionários da ONU que perderam a vida no ataque ao complexo das Nações Unidas em Mazar-i-Sharif foram transportados este domingo para Kabul para serem repatriados.