Última hora

Última hora

Israel pede anulação do relatório Goldstone

Em leitura:

Israel pede anulação do relatório Goldstone

Tamanho do texto Aa Aa

O autor do relatório Goldstone volta atrás e iliba, agora, Israel dos crimes de guerra cometidos durante a ofensiva em Gaza, entre 2008 e 2009.

Uma posição que levou o Estado hebraico a pedir a anulação do documento:
“Pedi à ONU para que anule o relatório Goldstone porque não há maior absurdo. É tempo de deitar o documento para o caixote do lixo da história” afirma o primeiro-ministro israelita.

Num artigo de opinião publicado, esta sexta-feira, no Washington Post, o juiz Richard Goldstone refere que os novos dados da investigação indicam que Israel não atingiu civis deliberadamente. Mais, garante que se fosse hoje, o documento seria completamente diferente.

No relatório publicado em setembro de 2009, acusa Israel e o Hamas de crimes de guerra durante a ofensiva israelita e recomenda às duas partes que realizem investigações credíveis para evitar a intervenção do Tribunal Penal Internacional.