Última hora

Última hora

Itália: novas chegadas a Lampedusa enquanto retomam transferências de clandestinos

Em leitura:

Itália: novas chegadas a Lampedusa enquanto retomam transferências de clandestinos

Tamanho do texto Aa Aa

A vaga de imigração clandestina em direção à ilha italiana de Lampedusa está longe de terminar.

Após quatro dias de acalmia, o fluxo de embarcações provenientes da Tunísia foi retomado este domingo, com a chegada de pelo menos 400 imigrantes provenientes do Norte de África.

A melhoria nas condições meteorológicas permitiu também às autoridades italianas reatar as operações de transferência de clandestinos para centros de acolhimento no resto do país. Um navio militar e um “ferry” permitiram transportar mais de duas mil e duzentas pessoas, mas na ilha continuam ainda mais de dois mil imigrantes.

Muitos habitantes de Lampedusa veem com maus olhos a vaga proveniente da Tunísia. Um italiano diz que “se eles não fizerem estragos, não há problema, mas se começarem a fazer danos, será preciso defender-se”.

Outro diz que espera apenas que “deixem de chegar” à ilha.

A transferência de imigrantes para a Itália continental não resolve o problema. Receosos de se ver repatriados, centenas de clandestinos fugiram de um centro de acolhimento de Manduria, na região de Puglia, enquanto outros bloqueavam uma estrada com gritos de “liberdade”.