Última hora

Última hora

Violência e detenções aumentam na Síria

Em leitura:

Violência e detenções aumentam na Síria

Tamanho do texto Aa Aa

É a maior vaga de detenções, na Síria, desde o início da contestação. Segundo um comunicado conjunto de várias organizações de direitos do Homem, mais de 50 opositores ao regime de Bachar Al-Assad foram detidos pelas autoridades, em várias cidades sírias.

Em Duma, nos arredores de Damasco, 18 pessoas foram detidas. A vaga de detenções continuou na capital, mas também em várias cidades, como Deraa ou Homs. Detenções que, segundo os militantes, não param de aumentar.

Os confrontos resultaram igualmente em, pelo menos, quatro mortos e dezenas de feridos. Desde o início da revolta, pelo menos, 60 perderam a vida. A ONU e os Estados Unidos já condenaram a violência deste sábado, violência que o governo imputou a “grupos armados”.

Os manifestantes estão desiludidos pela ausência de reformas democráticas por parte do presidente Bachar Al-Assad. O povo sírio pede o fim de estado de emergência no país, em vigor desde 1963; a democratização do regime e o fim da corrupção.