Última hora

Última hora

Diplomacia: o novo campo de batalha entre Kaddafi e a oposição

Em leitura:

Diplomacia: o novo campo de batalha entre Kaddafi e a oposição

Tamanho do texto Aa Aa

A oposição líbia rejeitou hoje a possibilidade do filho de Kaddafi poder assumir a transição política no país.

Uma eventualidade avançada pela imprensa norte-americana, num momento em que o regime líbio procura uma saída urgente para o conflito.

Desde o fim de semana, que tanto Kaddafi como a oposição, lançaram uma nova ofensiva, desta feita diplomática.

De visita a Itália, o líder do Conselho Nacional de Transição rejeitou qualquer possibilidade de discutir a transição no país, com o filho de Kaddafi, Saif Al-Islam.

conseguiu obter o reconhecimento oficial de Roma do novo órgão de governo dos rebeldes. Itália não descartou também a possibilidade de armar os combatentes.

Em paralelo, o regime líbio tenta recolher apoios internacionais para mediar o conflito no país.

O número dois da diplomacia de Kaddafi esteve ontem na Grécia e vai hoje à Turquia e a Malta, para tentar obter um acordo sobre um eventual cessar-fogo e ao início de discussões com a oposição.

Ao décimo quinto dia da ofensiva internacional no território, Tripoli mostra-se aberta ao diálogo, sem no entanto travar os ataques contra os rebeldes.