Última hora

Última hora

De Abidjan: "forças de Ouattara revistam casas à procura de armas escondidas"

Em leitura:

De Abidjan: "forças de Ouattara revistam casas à procura de armas escondidas"

Tamanho do texto Aa Aa

Um cidadão francês que vive no norte de Abidjan contou à Euronews, como se vivem as últimas horas na capital económica da Costa do Marfim, onde as forças de Alessane Ouattara tentam tomar o palácio presidencial.

“Ouvimos tiroteios durante toda a noite. Vários apartamentos foram danificados por impatos de bala. O retransmissor de uma companhia telefónica incendiou-se durante a noite e tivémos que apagá-lo para evitar que o fogo se propagasse às casas.

Por volta das 7 da manhã as tropas pró-Ouattara bateram à porta de todas as casas na vizinhança à procura de armas ou combatentes escondidos.

Foram amáveis, não houve qualquer tipo de violência à medida que revistavam apartamento por apartamento.

Há uma semana que estamos fechados em casa, sem água, nem eletricidade, tentamos ultrapassar os problemas, com a ajuda dos vizinhos.

Desde há vários dias que tentamos entrar em contato, sem sucesso, com as forças francesas para pedir-lhes assistência”.