Última hora

Última hora

Líbia: "o massacre de Misrata"

Em leitura:

Líbia: "o massacre de Misrata"

Tamanho do texto Aa Aa

À parte o barulho dos disparos, a cidade de Misrata está mergulhada num silêncio aterrador. Os edifícios estão cravados de cicatrizes de guerra e não se vê vivalma.

Um primeiro vídeo foi colocado na internet depois de várias testemunhas terem alertado para um “massacre” em Misrata. Devido à falta de jornalistas estrangeiros na cidade, o movimento de oposição “Líbia 17 de fevereiro” criou uma página youtube.

A terceira maior cidade da Líbia é o último reduto rebelde na parte ocidental do país. Há 40 dias que está cercada e é atacada pelas forças de Muammar Kadhafi.

No hospital não há espaço para todos os feridos e há uma falta flagrante de medicamentos. Os rebeldes falam em 200 mortos.

No domingo, um navio turco conseguiu embarcar 250 dos feridos mais graves. Grande parte faz relatos de um massacre perpetuado pelas tropas de Kadhafi.

> Turquia enviou barco para tratar feridos na Líbia