Última hora

Última hora

Rendição de Gbagbo é "uma questão de horas", segundo Paris

Em leitura:

Rendição de Gbagbo é "uma questão de horas", segundo Paris

Tamanho do texto Aa Aa

O ex-presidente da Costa do Marfim está a negociar as condições da sua rendição, ao final de quatro meses de conflito no país.

A diplomacia francesa confirmou esta tarde que Laurent Gbagbo deverá ceder o lugar ao presidente eleito Alassane Ouattara, horas depois das forças fiéis ao novo chefe de estado terem ocupado a capital económica do país.

O ministro dos negócios estrangeiros francês afirmou que, “dois generais próximos de Gbagbo estão a negociar as condições da sua rendição”.

As forças fiéis ao regime tinham declarado um cessar-fogo ao início da tarde, depois das tropas francesas e da ONU terem atacado várias instalações militares e os arredores do palácio presidencial de Abidjan.

Gbagbo estará agora a negociar as condições da sua saída de cena, com a Mauritânia, país que preside a comissão para a paz da União Africana.

Algumas fontes apontam que poderá pedir exílio no Benim.