Última hora

Última hora

Tribunal de Guantánamo vai julgar acusados do 11 de Setembro

Em leitura:

Tribunal de Guantánamo vai julgar acusados do 11 de Setembro

Tamanho do texto Aa Aa

O julgamento dos cinco acusados do 11 de Setembro terá lugar num tribunal de exceção de Guantánamo.

O anúncio feito pelo responsável da Justiça norte-americana representa um duro golpe para a administração Obama, que não conseguiu vencer as objeções dos republicanos e de uma parte dos democratas, para transferir o cérebro confesso dos atentados e quatro alegados conspiradores para o território norte-americano.

Eric Holder sublinhou que “os membros do Congresso impuseram restrições que impediram a administração de trazer qualquer detido de Guantánamo para os Estados Unidos para ser julgado. Tal como disse o presidente, essas restrições insensatas e injustificadas, minam os esforços de contraterrorismo e podem prejudicar a segurança do país”.

Pouco depois de assumir o cargo, Barack Obama assinava o decreto que previa o fecho de Guantánamo, para virar a página sobre a era Bush.

Mas, um pouco mais de dois anos depois, a base militar norte-americana em Cuba continua a funcionar e os tribunais de exceção – apesar de reformados – foram restabelecidos e vão julgar os acusados dos atentados de 2001.