Última hora

Última hora

BCE deve subir juros

Em leitura:

BCE deve subir juros

Tamanho do texto Aa Aa

O euro subiu para novos máximos de 14 meses esta quarta-feira, com os mercados a anteciparem uma subida nas taxas de juro do Banco Central Europeu.

Os analistas apostam que na reunião desta quinta-feira o BCE vai pôr termo às taxas historicamente baixas, a 1%, que se mantêm desde 2008. Mas há alguma incerteza quanto à dimensão do aumento e se esta será apenas uma subida pontual ou se será apenas a primeira de uma série de subidas que vão prolongar-se por este ano e pelo próximo.

Apesar do previsível aumento no preço do dinheiro, o BCE comprometeu-se a manter empréstimos generosos aos bancos comerciais, para assegurar a liquidez.

Um aumento na taxa do BCE não significa necessariamente um aumento nas taxas aplicadas pelos bancos aos clientes: “Pode haver bancos comerciais que decidem aumentar as taxas aos clientes imediatamente, mas penso que a maior parte vai esperar para ver. Vão ver se os clientes mudam ou não para outros bancos que ofereçam taxas mais altas. Se isso não acontecer, penso que não vão subir as taxas”, explica o analista Max Herbst.

O BCE justifica as taxas mais altas com o aumento da inflação, que está neste momento nos 2,6%, acima do limite considerado ideal. No entanto, os juros mais caros podem ter um impacto negativo nas economias mais frágeis da zona euro, como Portugal, Grécia e Irlanda.