Última hora

Última hora

Uma pequena vitória em Fukushima

Em leitura:

Uma pequena vitória em Fukushima

Tamanho do texto Aa Aa

Foi travado o derrame de água altamente radioativa do reator número um para o oceano.

Depois de vários dias de esforços infrutíferos para tampar uma brecha de 20 cm numa fossa técnica situada à beira do Pacífico, os técnicos encontraram uma solução de cristal solúvel, um agente químico que tem a propriedade de solidificar-se ao entrar em contato com a água.

Esta interrupção de vazamento foi a primeira boa notícia em quase quatro semanas dada pela Tokyo Electric Power (Tepco), a operadora e dona da central nuclear Fukushima Daiichi gravemente danificada pelo terremoto e tsunami de 11 de março.

A Tepco está nesta altura a avaliar a possibilidade de injetar nitrogénio no reator 1 para evitar uma possível explosão causada pela acumulação de hidrogénio.

Explosões de hidrogénio já afetaram gravemente o edifício externo de dois dos seis reatores da central.