Última hora

Última hora

Costa do Marfim: Testemunha ocular

Em leitura:

Costa do Marfim: Testemunha ocular

Tamanho do texto Aa Aa

Em Abidjan, não muito longe do palácio presidencial onde Laurent Gbagbo está refugiado, uma testemunha ocular relata o que viu durante a operação conjunta desencadeada pelas forças francesas e da ONU:

“Toda a gente fica em casa porque há pilhagens e a segurança é nula. Há cerca de hora meia vimos nove mísseis serem disparados contra a residência de Laurent Gbagbo. Foram disparados por helicópteros que infelizmente não pudemos identificar porque à noite não existe iluminação O palácio presidencial incendiou-se por duas vezes, mas entretanto as chamas foram atenuando. Há fumo a sair do palácio. Em terra, ouviram-se esporadicamente intensos tiroteios, mas agora está mais calmo”.