Última hora

Última hora

Portugal poderá pedir até 90 mil milhões à UE

Em leitura:

Portugal poderá pedir até 90 mil milhões à UE

Tamanho do texto Aa Aa

Depois da Grécia e da Irlanda, Portugal anunciou na quarta-feira, que pediu ajuda à União Europeia para fazer face à crise económica.

O pedido formal de um empréstimo, que poderá ascender aos 90 mil milhões de euros, só deverá ser apresentado a Bruxelas nos próximos dias.

O governo demissionário vai ainda discutir as modalidades e contrapartidas da ajuda com o presidente da república e os líderes da oposição.

Um alto responsável europeu, citado pela agência Reuters, afirmava hoje que, “as contrapartidas exigidas por Bruxelas vão ser muito similares às medidas do PEC rejeitadas em Março no parlamento”.

O líder da oposição social-democrata, Pedro Passos Coelho,apoiou a decisão do executivo, considerando-a como uma forma de, “garantir a segurança nacional e preservar a reputação de Portugal no estrangeiro”.

O anúncio de Lisboa, considerado tardio por alguns economistas, foi qualificado como uma decisão responsável por Bruxelas, que considera que Portugal será o último país da zona euro a necessitar de ser resgatado.

Madrid excluiu hoje qualquer risco de contágio depois do pedido de ajuda português.

Segundo o jornal “Diário Económico”, a primeira tranche do financiamento, de cerca de 22 mil milhões de euros, poderia chegar em Maio.

O anúncio de Lisboa repercutiu-se na bolsa de Lisboa com uma subida de 6% das ações dos bancos nacionais.

O pedido de ajuda financeira externa ocorre após o chumbo do quarto pacote de medidas de austeridade no parlamento, que levou à demissão do governo socialista, no dia 23 de Março.