Última hora

Última hora

Queima do Corão inflama protestos no Afeganistão

Em leitura:

Queima do Corão inflama protestos no Afeganistão

Tamanho do texto Aa Aa

A incineração de um quorão por parte um pastor norte-americano, continua a inflamar os protestos no Afeganistão contra a presença de tropas estrangeiras no país.

Centenas de manifestantes concentraram-se em Cabul para condenar o acto do pastor da Florida, mas também para exigir a retirada imediata das tropas norte-americanas do país.

“Se o Ocidente não parar imediatamente com estas ações, poderá criar um problema muito maior e aí podemos optar por outro tipo de manifestações de revolta”, ameaça um manifestante.

A queima do Corão pelo pastor fundamentalista Terry Jones tinha sido difundida num vídeo na internet no dia 20 de Março.

As imagens suscitaram protestos em todo o mundo árabe.

No Afeganistão as manifestações tinham provocado mais de 21 mortos em Mazir-i-Sharif e Kandahar durante o fim-de-semana, entre os quais sete funcionários da ONU.

Numa conversa telefónica, Barack Obama e o presidente afegão lamentaram hoje tanto a ação do pastor Terry Jones, assim como os protestos violentos no Afeganistão.