Última hora

Última hora

Kadhafi não dá tréguas a Misrata

Em leitura:

Kadhafi não dá tréguas a Misrata

Tamanho do texto Aa Aa

Intensos combates voltaram a Misrata e à estrada que liga Brega a Ajdabiya.

Apesar da zona de exclusão aérea vigente na Líbia, as forças de Kadhafi bombardearam posições rebeldes. O regime de Kadhafi resiste mas acaba de sofrer mais uma baixa. A desserção do antigo ministro da Indústria e Energia do regime, Omar Fathi Bin Shatwan que se refugiou-se em Malta e onde deu uma entrevista à Euronews e conta:

“As forças de Kadhafi começaram a atacar as pessoas não apenas com armas mas com artelharia e tanques, especialmente em Misrata onde mataram centenas de pessoas. Estive em Misrata 40 dias, a cidade estava cercada e sob a pressão das armas. Foram cercados e bombardeados vários espaços vitais como supermercados, estação de tratamento de água, centrais eléctricas. Depois começaram a bombardear as pessoas em todo o lado de forma a que ninguém pode confiar mais neste regime. Os líbios que estão a lutar são civis que pegaram nas armas e estão a usá-las para se defenderem, mesmo se muitos meios de comunciação lhes chamam rebeldes e não revolucionários”.

As forças da coligação executaram ataques contra as forças de Kadhafi, no entanto Misrata tem sido, bombardeada sem trégua há mais de um mês pelas forças pro governamentais.