Última hora

Última hora

Comunidade internacional reage à violência no Campo de Ashraf

Em leitura:

Comunidade internacional reage à violência no Campo de Ashraf

Tamanho do texto Aa Aa

Causas da violência no Campo de Ashraf estão por apurar enquanto a comunidade internacional reage ao massacre.

Pelo menos 33 pessoas morreram e mais de 320 ficaram feridas num ataque das forças de segurança iraquianas a este campo de refugiados.

O Iraque tenta defender-se. O ministro da defesa afirma que os residentes deste campo agiram como se não estivessem no Iraque, como se não tivessem que obedecer à lei iraquiana.

A União Europeia mostra-se chocada com a tragédia e lamenta a perda de vidas. No terreno permanece uma missão de assistência das Nações Unidas que acompanha a situação de perto.

Também os Estados Unidos se mostraram consternados com este incidente e pedem ao governo iraquiano que cumpra com as suas obrigações ao abrigo das leis internacionais.

Entretanto as autoridades iraquianas abriram um inquérito independente para averiguar o que se passou e o que levou ao massacre de iranianos residentes neste campo.