Última hora

Última hora

Síria promete apertar o cerco a "conspiradores"

Em leitura:

Síria promete apertar o cerco a "conspiradores"

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades sírias negam a repressão exercida sobre os manifestantes pró-democracia e prometem apertar o cerco aqueles a que chamam de “conspiradores.”

Esta sexta-feira, milhares de pessoas saíram à rua em várias cidades para pedir a queda do regime.

A Organização nacional dos direitos do Homem, garante que só em Deraa, epicentro da contestação, 19 pessoas foram mortas a tiro ou asfixiadas pelas granadas de gás lacrimogéneo.

O ministro do Interior apresenta outra versão e sustenta que as vítimas mortais são membros das forças da ordem.

O regime aponta o dedo, e passo a citar, a “grupos armados” aos quais promete fazer frente em nome da estabilidade nacional.

O uso da força e as novas ameaças não silenciam os manifestantes.

A onda de contestação na Síria que se arrasta desde meados de março já terá provocado mais de uma centena de mortos.