Última hora

Última hora

UA à procura de um cessar-fogo na Líbia

Em leitura:

UA à procura de um cessar-fogo na Líbia

Tamanho do texto Aa Aa

Uma delegação da União Africana vai tentar obter, este domingo, um cessar-fogo na Líbia.

Em tempos de guerra, a televisão pública divulgou, hoje, imagens de Muammar Kadhafi de visita a uma escola em Tripoli.

Com poucos sorrisos deverão ser recebidos os mediadores na União Africana pelos rebeldes, que já recusaram qualquer tipo de acordo, enquanto o líder líbio continuar no poder.

No terreno, o conflito resume-se a uma equação de avanços e recuos. As forças pró-Kadhafi voltaram a somar pontos e, este sábado, estavam às portas de Ajdabiya, no leste do país.

A guerra também se faz de palavras. A Polónia recusou, hoje, participar na campanha militar da NATO contra o regime de Kadhafi devido à hipocrisia da Europa no que toca aos direitos humanos.

O primeiro-ministro do país que em julho assume a presidência rotativa da União Europeia, critica a forma como os 27 tratavam até agora o líder líbio e a mudança de atitude.

Donald Tusk vai mais longe e considera que a Europa corre o risco de ser mal interpretada, ou seja, de apenas intervir em países onde existe petróleo.