Última hora

Última hora

Costa do Marfim: quartel-general de Ouattara atacado com armas pesadas

Em leitura:

Costa do Marfim: quartel-general de Ouattara atacado com armas pesadas

Tamanho do texto Aa Aa

O quartel-general de Alassane Ouattara, em Abidjan, foi atacado este sábado.

Segundo a missão da ONU na Costa do Marfim, o Hotel do Golfo – base do presidente reconhecido internacionalmente desde o início da crise pós-eleitoral – foi visado a partir das zonas controladas por Laurent Gagbo.

O campo do presidente cessante, que recusa ceder o poder, negou que as suas tropas tenham participado no ataque.

Os capacetes azuis das Nações Unidas responderam aos tiros “evitando voluntariamente a residência de Gbagbo”, segundo um porta-voz da missão da ONU.

No mesmo dia, as tropas das Nações Unidas e os soldados da missão francesa Licorne confirmaram o controlo do porto estratégico da capital económica do país, depois de levantadas as sanções europeias.

As forças francesas disseram também controlar o aeroporto. Apesar de, por razões de segurança, os aviões terem de aterrar e levantar em direção ao mar, uma fonte militar garante que os voos comerciais foram “efetivamente” retomados.