Última hora

Última hora

ONU diz que Gbagbo será julgado pelos crimes cometidos

Em leitura:

ONU diz que Gbagbo será julgado pelos crimes cometidos

Tamanho do texto Aa Aa

Laurent Gbagbo foi detido, esta segunda-feira. A detenção do presidente cessante da Costa do Marfim ocorreu após uma ofensiva das forças do presidente eleito, Alassane Ouattara, apoiadas por meios aéreos e blindados das forças francesas e da Onuci, a missão das Nações Unidas no país.
 
Detido na sua residência, em Abidjan, Laurent Gbagbo está agora em “lugar seguro”, segundo Youssoufou Bamba, embaixador da Costa do Marfim junto da ONU, que anunciou ainda que Gbagbo deverá responder em justiça pelos crimes cometidos. Londres já reagiu à detenção de Gbagbo, recordando que deve ser tratado com todo o respeito e julgado segundo as regras.
 
Com esta detenção, anuncia-se uma nova página na história da Costa do Marfim. Desde Novembro, que o país vivia uma situação de guerra civil.
 
À frente dos destinos da Costa do Marfim desde outubro de 2000, o ex-presidente tem recusado abandonar o cargo, apesar de ter perdido as eleições para o rival Alassane Ouattara, reconhecido pela comunidade internacional.