Última hora

Última hora

Na mira da justiça, Berlusconi ataca juízes

Em leitura:

Na mira da justiça, Berlusconi ataca juízes

Tamanho do texto Aa Aa

Silvio Berlusconi é, por estes dias, a “estrela” do Palácio de Justiça de Milão. O tribunal está a tratar de quatro processos do primeiro-ministro italiano. Hoje foi ouvido no âmbito do caso Mediaset, onde é acusado de alegada fraude fiscal numa das empresas do seu império mediático.

À saída dirigiu-se à comitiva de apoiantes e disse que “os juízes trabalham contra o país”.

Quanto ao processo “Rubygate”, em que é acusado de ter recorrido à prostituição de menores, o primeiro-ministro admitiu ter dado dinheiro à jovem Ruby para evitar que ela caísse na prostituição.

Por outro lado, disse aos jornalistas que “num país civilizado as escutas telefónicas não são apresentadas como provas num processo porque podem ser manipuladas”.

As fãs marcaram presença e até “homenagearam” as tão polémicas festas Bunga Bunga do primeiro-ministro.

Apesar dos aplausos, balões e bandeiras do seu partido, as vozes dissonantes também se fizeram ouvir, desencadeando acesas trocas de palavras.

Os que se manifestaram contra o primeiro-ministro, tiveram de enfrentar as forças de segurança.