Última hora

Última hora

Tragédias de Katyn voltam a dividir Rússia e Polónia

Em leitura:

Tragédias de Katyn voltam a dividir Rússia e Polónia

Tamanho do texto Aa Aa

A memória das duas tragédias de Katyn volta a inflamar as relações entre a Rússia e a Polónia.

No centro da polémica, a decisão de Moscovo de substituir uma placa evocativa do acidente que vitimou há um ano, em Smolensk, o presidente Lech Kaczinski e 95 membros da sua comitiva.

Na nova placa não figura qualquer referência ao objetivo da viagem presidencial, a comemoração do septuagésimo aniversário do massacre de 22 mil oficiais polacos pelo exército soviético.

Um gesto que abala as comemorações do primeiro aniversário do acidente aéreo.

Varsóvia convocou o embaixador russo para condenar a substituição das placas, e o presidente Bronislaw Komorowski deverá evocar o tema quando se encontrar, hoje, com o seu homólogo russo durante uma cerimónia na zona do acidente, em Smolensk.

Um ano após o sinistro, os polacos continuam à espera de uma explicação para o sucedido. Um inquérito preliminar das autoridades russas tinha atribuído a responsabilidade ao piloto do aparelho.